NO AR
17/08/2018 - 10:47:33

Projota detona a classe política em sua nova música “Sr. Presidente”. Veja a letra e o clipe!

Projota letras

 
Projota, um dos grandes nomes da atualidade no rap nacional, lançou hoje (16) o seu novo single, “Sr. Presidente“. Como o título sugere, a música pode ser interpretada como uma carta do rapper à autoridade máxima da nação, enumerando diversas críticas à classe política, com uma reflexão sobre a realidade do país em diversas áreas.

 

“A faixa surgiu da urgência de falar sobre este assunto. A maioria dos brasileiros não se importa com siglas, cores ou posição na bancada, eles clamam por justiça, honestidade e trabalho duro por parte de quem vier a nos representar”, conta Projota.

 

A música é uma parceria do rapper com Tom Leite, que enviou a música pela internet. “Recebi centenas de e-mails e, dentre eles, uma harmonia incrível no violão, enviada pelo Tom Leite. Eu já tinha o refrão da música, que encaixou perfeitamente na melodia. Levamos para o estúdio, produzimos e eu terminei a letra”.

 

O Vagalume traz a letra e o clipe da música abaixo. Confira:

 

 

“Sr. Presidente”

 

A gente paga pra nascer paga pra morar
Paga pra perder a gente paga pra ganhar
Paga pra viver paga pra sonhar
A gente paga pra morrer e o filho paga pra enterrar
Vontade a gente tem mas não tem onde trabalhar
Justiça a gente tem mas só pra quem pode pagar
Coragem a gente tem mas não tem forças pra lutar
Então a gente sai de casa sem saber se vai voltar

 

E aí vem vocês pegar o que é nosso direito
Crime não é mais crime quando é um crime bem feito
Viver dessa maneira é algo que eu não aceito
Enquanto isso o povo chora sem ter onde morar
Mas existe uma chama acesa dentro do peito
Porque já não dá mais pra se viver desse jeito
Quando o povo explodir vai ser só causa e efeito
Efeito que abastece meu pulmão e me dá forças pra cantar 

 

Sr. Presidente, esse país tá doente
Nosso povo já não aguenta mais
Sr. Presidente, como você se sente 
Ao ver a fila dos nossos hospitais?
Sr. Presidente, até queria que a gente
Se entendesse mas não sei como faz
Porque essa noite se foi mais um menino ali na rua de trás 

 

Esse é o meu país tão lindo que não tem furacão 
De um povo que ainda segue órfão do seu pai da nação 
De uma pátria mãe solteira da sua população 
Onde o salário vale menos do que o preço do pão
Dorme um menino de rua descansando seus pés 
Viajando pra lua num papelote de 10
Oh pátria amada e mal amada por filhos infiéis 
Digas quem te comandas que eu te digo quem és

 

E aí vem vocês pegar o que é nosso direito
Crime não é mais crime quando é um crime bem feito
Viver dessa maneira é algo que eu não aceito
Enquanto isso o povo chora sem ter onde morar
Mas existe uma chama acesa dentro do peito
Porque já não dá mais pra se viver desse jeito
Quando o povo explodir vai ser só causa e efeito
Efeito que abastece meu pulmão e me dá forças pra cantar 

 

Sr. Presidente, esse país tá doente
Nosso povo já não aguenta mais
Sr. Presidente, como você se sente 
Ao ver a fila dos nossos hospitais?
Sr. Presidente, até queria que a gente
Se entendesse mas não sei como faz
Porque essa noite se foi mais um menino ali na rua de trás.

Compartilhar com: